O que é Vulcanização?

O que é Vulcanização?

- em Dicas, Manutenção, Pneus de Carros
49479
4
Será que vale a pena vulcanizar?Será que vale a pena vulcanizar?


A vulcanização no pneu é um método de reparo que se é realizado quando o mesmo tem sua lateral rasgada ou cortada devido a algum objeto na estrada ou devido a desgastes por severo uso. A vulcanização atribui novamente as qualidades físicas outrora perdida, tornando possível a reutilização do pneu do carro e da moto.

Em termos químicos, ela é a modificação da borracha obtida com a combinação de enxofre para atribuir maior resistência (à temperaturas), elasticidade e força.

Rasgo na lateral do Pneu
Rasgo na lateral do Pneu

A vulcanização no pneu surge como uma alternativa para quem não está em condições de adquirir um pneu novo, já que seu preço é relativamente mais barato (de 20% a 30% do preço do pneu), algumas vezes inclusive realizado de graça por borracharias para atrair clientes. Sua técnica de uso também é simples, levando no máximo três horas para o conserto do pneu.

No entanto, deve-se tomar cuidado! No Brasil, muitas borracharias realizam o processo de reparo do pneu, porém nem todos utilizam as técnicas de vulcanização. Exitem outros métodos para reparar pequenos furos e cortes que nem sempre são garantidos ou seguros, como o “macarrão”, por exemplo. Por isso, é importante, na hora que entrar em uma borracharia, deixar claro que o que você quer é realizar a vulcanização.

Como funciona o processo de vulcanização?

Após localizar o rasgo e averiguar o tamanho e o local para ver se realmente possui reparo, é feito uma raspagem com lixa do lado de dentro e fora do pneu onde se encontra a deformação. Logo após, é aplicado cola e laminado (um reforço feito de borracha que acrescenta segurança ao pneu). Também é adicionado vulcanite para atribuir ainda mais segurança durante o processo.

Aí então o pneu vai para a vulcanizadora, onde fica por cerca de três horas; uma hora esquentando, e mais duas horas para esfriar antes de tirar a máquina, do contrário, corre risco do pneu perder as propriedades físicas na qual foram adicionadas. Para unir as moléculas de elastômero do pneu, a vulcanização realiza a união em vários pontos através de ligações cruzadas dos mesmos através de calor (temperatura) e pressão. Se a exposição ao calor for excessivo, também ocorre o efeito contrário, onde começa a ocorrer diminuição das propriedades antes alcançadas pela borracha.

Processos da vulcanização
Processos da vulcanização

É seguro vulcanizar o pneu?

De todos os processos, vulcanizar é o mais seguro e confiável, mas como dito anteriormente, depende da gravidade do rasgo ou bolha. Existem outros modos de reparar o pneu, como o famoso “macarrão”, que é feito em escala aqui no Brasil. Muitos vendem como se isto fosse um reparo definitivo como a vulcanização, mas não se engane; seu propósito é fazer com que você chegue a oficina mais rápida para trocar ou vulcanizar o pneu. O processo “macarrão” funciona alargando o furo do buraco com um objeto pontiagudo e depois é injetado um remendo de fibra misturado a cola. Nesse caso, nem sempre é necessário desmontar o pneu, porém a segurança é mínima e o pneu pode perder o ar muito mais rápido. Um método para preservar ainda mais o tempo de vida do pneu e evitar a necessidade de realizar a vulcanização, é fazer o rodízio deles!

Curiosidades e meio ambiente

A vulcanização foi criado por Charles Goodyear em 1839, e recebeu este nome em homenagem ao deus do fogo romano, Vulcano. Goodyear não apenas patenteou como também determinou a temperatura e o tempo de aquecimento da vulcanização.

Porém, apesar de econômico no bolso do consumidor, sai extremamente caro para a natureza, já que se torna mais difícil determinar o tempo de decomposição da borracha do pneu vulcanizado, podendo ficar até 1 milhão de anos para se degradar no meio ambiente.

Então, esclareceu suas dúvidas sobre vulcanização? Não, deixe aqui comentários que respondemos a suas dúvidas!

4 Comments

  1. r4vendas@hotmail.com'

    Ótima matéria!

    Obs: Só pra dar um alô, para que corrija esse pequeno erro no texto da matéria: “concerto”. Ele com C, é para concerto musical, já o que remete a reparação seria o conserto com S…Abraço! (Pode apagar essa parte do comentário). Abraço!!

    1. Vinicius Tarouco

      Olá Rafael,
      obrigado por nos avisar sobre o equivoco! Corrigido!

  2. vitomacedo@gmail.com'

    O processo de vulcanização e seguro.mas tome cuidado tem borracheiro que não sabe fazer esse procedimento .não utilizando material proprio para esse trabalho.e pior ainda sem técnica alguma,só querem ganhar dinheiro sem compromisso algum com seu cliente.sou borracheiro e trabalho de forma honesta sem enganar meus clientes.abraços!

    1. Vinicius Tarouco

      Bom dia Macedo, obrigado por sua participação em nosso Blog!

      Realmente, não somente no ramo automobilístico, mas em todos os ramos temos pessoas “espertinhas” querendo ganhar em cima sem conhecimento algum. Todo cuidado é pouco! Por isso esperamos que este artigo possa ajudar as pessoas a entenderem melhor o processo de vulcanização. Nossos sinceros agradecimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *