Combustível tem prazo de validade?

Divulgue esse Artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on google

da Redação
Kasterweb
Atualizado em 03/12/2015 as 14:15

Você sabia que o combustível tem prazo de validade?

Combustível também tem prazo de validade. Foto: imguol

Pois é motorista, o combustível tem sim prazo de validade! Se ela fica por muito tempo no tanque do carro, ou seja, a ponto de ficar velha, pode trazer inúmeros problemas para o funcionamento do motor do seu veículo, como dificuldade de partida e falhas.

Prazo de validade nos postos de combustíveis

Combustível tem prazo de validade diferente nos postos. Foto: jornalregional

Para saber a validade do combustível nos postos, existe um teste especificado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) chamado “período de indução”. Nesse teste é retirado uma amostra de gasolina, onde o mesmo deve resistir à indução de oxigênio, isso, realizado em laboratório, por no mínimo 6 horas.

Na prática, é da seguinte forma: a cada 60 minutos equivalem a um mês de estoque em condições ideais, se estiver protegida de luz e do calor. Ou seja, bem estocada, a gasolina comum pode resistir até seis meses nos reservatórios dos postos revendedores.

Prazo de validade nos carros

Poucos motoristas sabem, mas a gasolina automotiva também tem prazo de validade. Foto: seguroauto

Já armazenado no carro, o combustível funciona de outra forma, tendo o prazo diferenciado já dentro do tanque. Isso porque a composição está exposta ao calor e oxigênio. Então, quando o combustível não é utilizado pelo motor, volta quente para o tanque e logo encontra o oxigênio do reservatório.  “Por isso, nos automóveis a validade da gasolina fica em torno de 2 a 3 meses, dependendo do nível dentro do tanque (quanto menor, mais contato com o oxigênio e menor dissipação de calor)”, diz o Engenheiro Gilberto Pose, Coordenador de Combustíveis na Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil.

Gasolina Aditivada tem prazo maior
Foto: brasilpostos

 

Gasolina aditivada dura duas vezes mais que a gasolina comum porque possui redutores de oxidação, que é a reação do combustível com o oxigênio. Depende de sua composição, podem chegar até 18 meses nos locais de armazenamento, como a Shell V- Power Nitro+. Já no carro, pode chegar a mais de 10 meses, pois os agentes antioxidantes têm uma estabilidade elevada.

Caso você é daquele motorista que roda pouco com seu automóvel, o aconselhável é sempre usar gasolina aditivada. Por isso também, algumas montadoras recomendam o uso da gasolina aditivada no tanquinho auxiliar de partida a frio nos veículos Flex.

Principalmente em estações, como primavera, verão e outono onde o combustível passam sem uso. No caso, se o motor precisar da injeção de gasolina, no inverno por exemplo, muitas vezes o produto estará oxidado e denso.

Consequências
Foto: tudosobremotor

A principal consequência do combustível velho armazenado no carro é que ele pode trazer problemas para o motor. Assim:

Quando ocorre a oxidação (envelhecimento) e a evaporação de compostos leves, a gasolina torna-se:

  • Mais densa
  • Tende a formar depósitos de goma no tanque;
  • Nas tubulações;
  • E nos injetores ou nos carburadores;
  • Dificuldade em dar a partida do motor
  • “engasgos” no funcionamento, o que pode aumentar o consumo do veículo.

 E você? Já deixou o combustível envelhecer? Sofreu algum tipo de dano? Conte-nos sua experiência!!!

É a primeira vez que ouve falar que o combustível tem prazo de validade? Comente!!! Quer saber mais? Acesse:

7 consequências do carro parado na garagem;

O que fazer no posto de Gasolina;

Aprenda como calcular o consumo médio do seu carro;

 

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on google