Como funciona o cálculo do IPVA

0
5652

Você pode correr para qualquer lugar com seu carro, mas não conseguira escapar deste pesado imposto que assola o bolso dos brasileiros. Mas você já se perguntou como funciona o cálculo do IPVA? Por que você paga valor X ou Y no seu veículos? A Auto Start explica para você!

Mas então, como funciona o cálculo do IPVA?

O primeiro fator a se levar em consideração é o tipo de veículo e o estado onde esta circulando. Por exemplo, em São Paulo, os veículos a gasolina ou bicombustíveis, possuem 4% do valor venal do veículo. Já no Paraná, possui 3,5%. O valor venal é de acordo com a tabela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômica) com os preços médios dos veículos. Quem define os preços da alíquotas são os estados, então mesmo com a tabela FIPE, os valores podem alterar de 1% a 4%. Pode parecer pouco, mas na prática pesa no bolso do consumidor.

Pense em um carro modelo econômico por exemplo, supondo que tenha seu custo médio estipulado pela tabela FIPE em R$ 30.000,00:

Se a alíquota for de 1%, o IPVA valerá: R$ 300,00

Se a alíquota for de 4%. o IPVA valerá: R$ 1.200,00

A porcentagem é pequena, porém o valor se torna auto. Dependendo do tipo de veículo automotor a alíquota pode inclusive aumentar ou diminuir no cálculo do IPVA (por exemplo: ônibus, caminhões, etc…). Algumas pessoas por exemplo tentam registrar carros em outros estados para tentar burlar o imposto. Os estados do sul geralmente possuem uma alíquota menor, como o Paraná, na qual é de 2%. É vantagem para o paulista então registar seu carro no Paraná. Porém é uma prática ilegal, e possui fiscalização, com um alto risco de ser pego.

Quem faz o recolhimento dos impostos do IPVA é a secretaria de fazendo do estado em questão.

calculo-ipvaInfelizmente é isso que acontece, mesmo com o abusivo preço do IPVA. Charge por João Bosco Azevedo

Outro fator que se deve ter atenção já que varia por estado é em relação aos prazos de pagamento. O pagamento se modifica por estados. Alguns possuem uma determinada data enquanto outros determinam um mês para placas terminadas em determinado número.

Porcentagem (%) das alíquotas por estados:

Estados

Alíquota

Rio Grande do Sul (Sul)

3%

Santa Catarina (Sul)

2%

Paraná (Sul)

3,5%

São Paulo (Sudeste)

3% e 4%

Rio de Janeiro (Sudeste)

4%

Minas Gerais (Sudeste)

4%

Espírito Santo (Sudeste)

2%

Distrito Federal

3%

Bahia (Nordeste)

2,5% e 3,5%

Sergipe (Nordeste)

2%

Alagoas (Nordeste)

2,5%

Pernambuco (Nordeste)

2,5%

Paraíba (Nordeste)

2%

Rio Grande do Norte (Nordeste)

2,5%

Ceará (Nordeste)

2,5%

Piauí (Nordeste)

2,5%

Maranhão (Nordeste)

2,5%

Tocantins (Norte)

2%

Pará (Norte)

2,5%

Amapá (Norte)

3%

Amazonas (Norte)

3%

Roraima (Norte)

3%

Rondônia (Norte)

3%

Acre (Norte)

2%

Mato Grosso

3%

Mato Grosso do Sul

2,5%

Goiás

2,5% e 3,75%

Curiosidades:

Você sabia que o IPVA – Imposto Sobre a Propriedade do Veículo Automotor – surgiu em 1985, substituindo o agora esquecido TRU (Taxa Rodoviária Única) que era em sua época cobrada pela união? Os motoristas mais experientes provavelmente lembram disto!

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA