Vale a pena rebaixar o carro?

0
13758
foto: simcarros

Atualizado em 23/07/2015 13h29

Vale a pena rebaixar o carro?

Há pessoas que têm carros apenas para andar pela cidade, ir ao trabalho ou ter uma saída de emergência caso precise algum dia. Outros, entretanto, têm paixão por automóveis e tudo que está envolvido na área: pinturas diferenciadas, pneus estilizados, luzes de neon, entre outros. Uma das alterações mais conhecidas em carros é o de rebaixamento. Alguns acreditam que o visual fica maravilhoso, mas há pessoas que acham perigoso.

Conheça agora as verdades sobre rebaixar o carro:

carro rebaixado cuiaba

Pontos positivos em rebaixar um veículo

  • Um carro rebaixado é muito bonito;
  • Além da parte visual, este veículo passa a ter mais estabilidade, pois o centro de gravidade fica mais baixo;

Pontos negativos em rebaixar um veículo

  • Um automóvel rebaixado apresenta menos conforto que um carro com a suspensão normal;
  • Passar sobre buracos no asfalto se torna desconfortável, pois você está mais próximo ao chão;
  • O preço para um rebaixamento de qualidade é um pouco salgado;

Como rebaixar um veículo com segurança?

                Os métodos mais utilizados são de cortar as molas ou comprimi-las. Quem sai prejudicado é o amortecedor, além da suspensão, que vai necessitar de trocas constantes. Há ainda outras opções como molas especiais, mas elas costumam ser bem mais caras e complexas de serem instaladas.

                Antigamente, esta prática era ilegal. Hoje é legalizada, mas precisa ser feita com cuidado, um automóvel rebaixado, se for instalado com qualidade, não trará problemas internos, mas no trânsito, em uma batida de carro, simples 5 centímetros de alteração podem colocar sua vida em risco.

                Verifique seu orçamento e veja se você pode arcar com os custos de implementação de novas molas, cortes ou compressão, bem como se conseguirá fazer a manutenção constante da suspensão e dos amortecedores. Pense com cautela se vale a pena realizar esta mudança visual e perder conforto ao dirigir.

Ainda tem dúvida? Comente!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA